thumbnail_3rika

Cartaxo: Empreendedorismo e criação de empresas

CARTAXO – A Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém promoveu no passado dia 24 de maio, no Cartaxo, com o apoio do Município do Cartaxo e da CIMLT – Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, uma sessão de divulgação sobre programas de apoio à criação de micro-empresas.

A sessão contou com a presença de Bernardo Pereira, vice-presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, e de António Campos, presidente da Comissão Executiva da Nersant.

Face às dificuldades económico-financeiras que o tecido empresarial enfrenta e o número de pessoas desempregadas, a Nersant tem vindo a desenvolver várias iniciativas no distrito, que passam pelo apoio e acompanhamento na implementação de novas ideias de negócio e na disponibilização de um conjunto de serviços às empresas.

Segundo afirmou António Campos, estas ações refletem o papel de “responsabilidade social da Nersant, que nestes momentos difíceis tem vindo a conversar com as pessoas, a encaminhá-las, a ajudá-las a colocar em prática as suas ideias e a apoiar na maturação dos seus projetos. E fazemos isto a custo zero”, reforçou.

António Campos deixou uma mensagem de otimismo e de confiança, considerando “a panóplia muito grande” de mecanismos financeiros ao dispor de quem pretende criar uma empresa ou torná-la mais competitiva. “O Cartaxo é um bom exemplo, porque na crise dos nos 80 soube dar a volta, com a abertura de muitas empresas. Hoje a situação é diferente, porque temos mecanismos de apoio que não existiam em 1984, por isso devemos ter esperança”, apelou.

Sónia Roque, do Departamento de Apoio Técnico, Inovação e Empreendedorismo da Nersant, apresentou as características e vantagens dos diferentes sistemas de apoio ao empreendedorismo em vigor, bem como as medidas de apoio criadas pela Nersant.

O PAECPE, PRODER, CoopJovem, Passaporte para o Empreendedorismo e Programa Nacional de Microcrédito são instrumentos de apoio disponíveis a nível nacional e que foram apresentados nesta sessão.

Entre as medidas de apoio ao empreendedorismo da Nersant, Sónia Roque deu destaque ao Sítio do Empreendedor (incubadora de ideias de negócio online onde é possível testar a viabilidade económica dos projetos) e ao ApoiarMicro (programa de apoio onde é disponibilizado um conjunto alargado de serviços técnicos de apoio à criação de micro-empresas na região).

Foi igualmente reforçada a importância das ações de Formação para Empreendedores, promovidas pela Nersant, que até final do ano passado já tinham beneficiado cerca de 600 empresas do distrito.

Comentários